Aprenda o que é um compliance fiscal

Diário Oficial da União
4 minutos para ler
Powered by Rock Convert

Compliance fiscal é uma ferramenta que está se tornando muito popular nas companhias brasileiras. Veja sobre o que se trata e saiba também como publicar no Diário Oficial da União. 

Com tantos procedimentos e normas existentes dentro das organizações, é compreensível que os gestores se sintam inseguros com relação às exigências legais. 

O compliance fiscal surgiu como uma ferramenta que visa combater os riscos de penalidades advindas de obrigações tributárias e fiscais. 

Saiba mais: Conferência de impostos na nota fiscal – Quais os principais impostos?

O que é o compliance fiscal?

O termo “compliance” é de origem inglesa e é uma variante do verbo “to comply”, que pode ser interpretado como “cumprir uma regra”. Trata-se de um conceito que se tornou popular dentro de empresas e organizações, visando sempre encontrar as melhores maneiras de executar processos internos. 

Em outras palavras, o compliance fiscal é um conjunto de técnicas utilizadas para manter a disciplina e o cumprimento de normas regulamentadoras, políticas e fiscais, além de normas estabelecidas pela empresa. 

Para alcançar tal meta, ferramentas que ajudam a controlar os processos internos são utilizadas, mantendo sempre o foco em evitar desvios no fluxo de trabalho. 

Saiba mais: Confira aqui quais são os tipos de notas fiscais mais usadas.

Benefícios do compliance fiscal

Controle mais eficiente

O compliance fiscal se mantém atento com relação às penalidades previstas em lei, para os casos de não cumprimento das obrigações tributárias. Além disso, o controle também permite:

  1. Controlar a demanda de entregas;
  2. Acompanhar as pendências que deverão ser entregues (e os prazos limites);
  3. Otimizar o acesso às obrigações que já foram entregues;
  4. Armazenar documentos digitais em arquivos xmls;
  5. Realizar cruzamentos de informações contábeis (escriturações) e auditorias diária e mensalmente;
  6. Monitorar as CNDs (Certidões Negativas de Débitos).

Maior segurança para a empresa e para os dados

Ainda que tudo pareça estar em ordem com relação aos prazos, o compliance fiscal vai além e traça uma análise minuciosa do recolhimento de obrigações tributárias cabíveis ao segmento da empresa, mostrando que a disciplina no cotidiano operacional é necessária para atender às exigências. 

Além disso, as ferramentas utilizadas pelo compliance também visam à segurança desses dados, criando um ambiente mais incentivador, o que impulsiona o comércio e garante a consolidação do negócio. 

Dentre as melhorias envolvendo otimização na segurança, é possível citar:

  1. Garantia de segurança das informações;
  2. Auxílio na gestão de pessoas e de riscos;
  3. Técnicas para prevenção de fraudes;
  4. Plano de ações de continuidade corporativa;
  5. Atendimento a auditorias internas e externas;
  6. Aplicação de ações visando contabilidade internacional, gerencial e fiscal. 

Visto isso, é visível o quanto o compliance fiscal, que se trata de um conjunto de técnicas, assegura o melhor auxílio às corporações, colocando em prática as obrigações tributárias e fiscais, para que tudo seja resolvido dentro do prazo estipulado, da melhor maneira possível, sem riscos de exposição ao Fisco. 

Acompanhe notícias e publique no Diário Oficial da União 

O compliance fiscal auxilia na hora de informar ao gestor quais são as informações empresariais que devem ser veiculadas no Diário Oficial da União. Por meio do Diário Oficial-e, é possível realizar publicações no DOU, com auxílio de profissionais especializados. 

Navegue pelo site para saber como publicar no Diário Oficial da União.

Você também pode gostar

Deixe um comentário