Novo Código de Ética da OAB: principais mudanças na nova atualização

4 minutos para ler

O Novo Código de Ética e Disciplina da OAB – Ordem dos Advogados do Brasil – sofreu importantes alterações em 2015. Sua publicação no Diário Oficial ocorreu em 4 de novembro de 2015, definindo o comportamento ético e digno esperado dos profissionais ligados à OAB. Em 2021, o Código sofreu importantes atualizações.

O que é o Novo Código de Ética da OAB?

O Novo Código de Ética é um conjunto de regras que definem a conduta ética dos profissionais ligados à OAB no exercício de sua função. Caso o Código seja violado, o profissional sofrerá punições disciplinares por parte da OAB.

Em vigor há mais de 20 anos, o Código de Ética passou, em 2015, por alterações. Algumas tiveram como finalidade modificar conteúdos que careciam de detalhamento, enquanto outras tentaram responder às necessidades atuais, principalmente relacionadas à internet.

Quais são as principais mudanças introduzidas no Novo Código de Ética?

Composto por 80 artigos, o Novo Código passa a ter quatro capítulos a mais:

Capítulo II – Da Advocacia Pública 

O capítulo II define que o Novo Código de Ética deve ser seguido também por advogados públicos sem diferenciações.

Capítulo IV – Das Relações com Colegas, Agentes Políticos, Autoridades, Servidores Públicos e Terceiros 

No capítulo destinado à delimitação da relação do advogado com outros advogados, autoridades, agentes políticos e servidores públicos, a mudança ocorre no aviltamento dos honorários. O art. 29 estabelece que a remuneração do advogado deve atender ao mínimo estabelecido pela tabela de honorários.

Capítulo V – Da Advocacia Pro Bono 

Uma das maiores novidades é o estabelecimento da advocacia Pro Bono, que permite ao profissional prestação de serviços jurídicos gratuita, eventual e voluntária a pessoas físicas ou jurídicas que não tenham como arcar com as despesas. Por isso, é importante destacar que o Código veda o Pro Bono com fins político-partidários, eleitorais ou como captação de clientes.

Capítulo VI – Do Exercício de Cargos e Funções na OAB e na Representação da Classe

O capítulo VI estabelece os deveres dos advogados que atuam em cargos de representação na OAB, que não poderão adquirir contratos, bens ou serviços pela entidade; não poderão atuar em processos que tramitem perante a entidade; não poderão praticar nepotismo nem agir em desacordo com a moralidade.

E as principais mudanças em 2021?

A atualização sofrida pelo Código em 2021 ocorreu principalmente em relação à publicidade profissional. Com tantas mudanças sociais ocorridas em razão do uso crescente da internet, a atual modificação veio preencher essa lacuna.

Assim, o Novo Código de Ética da OAB permite a publicidade dos serviços advocatícios por meio da internet, mas mantém a proibição de propagandas na televisão, no rádio e em outdoor.

No entanto, a publicidade profissional do advogado ainda deve manter discrição, sobriedade e caráter informativo, não podendo caracterizar captação de clientela ou mercantilização da profissão.

Conheça o Diário Oficial-e

É importante estar atento às novidades e atualizações na advocacia, e muitas delas vêm à tona por meio de uma publicação no Diário Oficial. O portal Diário Oficial-e oferece diversos serviços, dentre eles, o recorte de Diários Oficiais enviados diretamente ao seu e-mail e também a possibilidade de realizar uma publicação.

Conheça o site e confira todos os serviços oferecidos pelo Diário Oficial-e.

Você também pode gostar

Deixe um comentário