Diário Oficial da União

Acompanhe os principais avanços tecnológicos no mercado Jurídico e veja também como fazer publicação no Diário Oficial da União.

A informatização está presente nos mais diversos meios, inclusive no Poder Judiciário, exigindo novas competências por parte dos advogados. Confira todas as particularidades com relação aos avanços tecnológicos nessa esfera.

As tendências tecnológicas no mercado jurídico

As novas tendências, que surgem com o andar da tecnologia, devem ser vistas como um processo de transformação que veio para ficar, afetando toda a sociedade, inclusive os advogados.

Para entender melhor as consequências que o avanço tecnológico provoca na área jurídica, e como os advogados devem prosseguir, vamos fazer uma pequena retrospectiva, para a época em que usávamos a máquina de escrever.

Naquele tempo, para exercer sua profissão, o advogado precisava ter apenas sua formação acadêmica (o curso de Direito). As petições e todas as peças feitas pelos advogados eram digitadas em máquinas de fácil compreensão e aprendizagem, e encaminhadas ao Poder Judiciário para produzir seus efeitos.

Internet: o principal avanço tecnológico

Com o chegar dos computadores e, principalmente, da internet, novas ferramentas surgiram para informatizar e transformar o comportamento da sociedade, incluindo as práticas jurídicas.

Os tribunais, assim como os advogados, se veem obrigados a investir na modernização de práticas processuais.

A internet transformou e ainda transforma, a cada dia, as práticas jurídicas, e todo esse processo se deu de forma muito rápida, mostrando que o avanço tecnológico é irreversível.

Resta agora, aos profissionais de Direito e ao próprio Poder Judiciário, adaptar-se e se qualificar para uma nova tendência: usar o mundo virtual para as práticas advocatícias.

Assim como acontece com outros segmentos, as coisas não devem parar apenas na internet. Hoje, já estamos vivenciando a era da robótica, que com certeza deve criar a maior revolução já vista no mundo (e no aspecto jurídico).

Começamos por citar as lawtechs e legaltechs, com novos sistemas e serviços para os advogados, tornando mais fácil o andamento de cada profissional ou de grandes escritórios de advocacia.

Visto isso, é bastante difícil prever o que ainda está por vir e, para lidar, o advogado precisa estar preparado. Ainda não é possível afirmar como os profissionais de advocacia estão reagindo a tais avanços, porém, da mesma forma que houve adaptação no passado, é preciso usar dos meios disponíveis para evoluir juntamente com o resto do mundo.

Como se adequar

Vemos em filmes de ficção científica que a tecnologia é incorporada às máquinas, e essa cena não está tão longe da realidade, de forma que já podemos pensar em diversas possibilidades, como a presença de inteligência artificial atuando no Judiciário. Pode parecer ficção, mas novos sistemas são criados a cada dia.

O advogado precisa estar preparado para novas situações. Se hoje já é possível encontrar computadores que podem elaborar pequenas soluções jurídicas, é dever encarar as máquinas como parte de um novo cotidiano.

É necessário entender que o avanço tecnológico está totalmente integrado ao Direito e trará diversos benefícios para a vida dos advogados. Para encarar essa nova realidade, o profissional deve se atualizar sempre, porém entendendo que o homem advogado não poderá jamais ser substituído.

Realize publicações no Diário Oficial da União

Através do Diário Oficial-e é possível efetuar consultas gratuitas e publicações nos Diários Oficiais da União, dos Estados e dos Municípios.

Publique no Diário Oficial da União com ajuda do Diário Oficial-e.

 

Leia Também

Deixe seu comentário