Diário Oficial da União

Através do presente artigo, acesse todas as informações necessárias acerca do Índice Nacional de Preços ao Consumidor, e veja também como realizar consultas no DOU.

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor, ou INPC, é medido pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) através dos ícones de preços ao consumidor regionais, e possui como premissa conferir a variação dos preços no mercado varejista para mostrar, assim, o aumento do custo de vida da população.

Confira agora tudo que precisa saber sobre o Índice:

 

Importância do INPC

O INPC é utilizado principalmente para negociação de reajustes salariais, e considera uma faixa salarial inferior (até 5 salários mínimos) a do IPCA (40 salários mínimos), por isso, a alteração de preços de produtos e serviços é mais significativa no INPC.

O peso do segmento “alimentos” (como feijão, arroz, frutas, leites, refeições feitas em restaurantes e lanchonetes, etc), é superior no INPC do que no IPCA, ou seja, uma variação nos preços de alimentos possui um impacto muito maior.

Outro exemplo para melhor compreensão: Se a cesta básica custava cerca de 100 reais e passa a custar 150 reais, uma família que possua renda mensal de apenas um salário mínimo sentirá o impacto desse aumento de forma muito mais expressiva do que uma família com renda mensal de nove salários mínimos.

Outros gastos, como os envolvendo gás de cozinha (dentro do segmento “habitação”), e os preços de passagens de ônibus (dentro do segmento “transporte”), também possuem mais peso no INPC.

Por outro lado, os aumentos ou quedas de preços de automóveis e combustíveis têm maior peso no IPCA, já que são itens menos consumidos pela população correspondente à faixa de menor renda.

 

Como é calculado o INPC?

A coleta de dados realizada pelo INPC se inicia no dia 1º e vai até o dia 30 ou 31 (dependendo do mês).

A pesquisa é realizada com prestadores de serviços, estabelecimentos comerciais, domicílios (para checar valores de aluguel) e concessionárias de serviços públicos.

Os preços coletados são referentes aos valores cobrados em pagamentos à vista.

São considerados, ao todo, nove segmentos que englobam produtos e serviços. São eles: Alimentação e bebidas; comunicação; artigos de residência; despesas pessoais; habitação; educação; saúde e cuidados pessoais; transportes; e vestuário.

Esses nove segmentos são ainda subdivididos em diversos outros intens. No total, são levadas e conta as variações de preços de 465 subitens.

O INPC ajuda a medir a inflação para aquela parcela da população que abrange famílias com rendimentos mensais que variam entre um e cinco salários mínimos, geralmente residentes em regiões metropolitanas das cidades de Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre, Salvador, Curitiba, Recife, Belém, Fortaleza, Goiânia, além do Distrito Federal.

A partir de tais considerações acerca do Índice Nacional de Preços ao Consumidor, vale salientar a importância de compreender melhor como é medida a inflação no Brasil. Se deseja saber mais sobre o IPCA, também citado no presente artigo, basta acessar o Blog.

 

Realize consultas no DOU com ajuda do Diário Oficial-e

O Diário Oficial-e é uma empresa séria e profissionalizada em garantir aos seus clientes acesso a todas as publicações feitas no Diário Oficial da União, dos Estados, dos Municípios, e também do Distrito Federal.

Navegue pelo site e confira todas as informações.

Leia Também

Deixe seu comentário