Diário Oficial da União

Saiba o que é Machine Learning, como funciona e quais são suas aplicações. Veja também como publicar no Diário Oficial da União com uma empresa especializada.

O método Machine Learning nada mais é que uma ferramenta de análise de dados para construção de modelos analíticos. Trata-se de um tipo de inteligência artificial que automatiza o aprendizado de sistemas por meio de informações, identificação de padrões e o mínimo de intervenção humana.

Adaptar-se a essa tecnologia exige verdadeiras transformações dentro das empresas, o que inclui times com novas habilidades.

 

Machine Learning: aplicações

A incorporação de Machine Learning às empresas com sistemas que possibilitam à uma máquina o conhecimento para realizar diversas tarefas é uma tendência em crescimento no mercado.

Essa espécie de inteligência artificial oferece vantagens às empresas de todos os segmentos. Permite garantir a satisfação dos clientes e aumentar a fidelização, além de proteger a organização, melhorar as ações de marketing e reduzir custos operacionais.

Para tirar a máxima vantagem desse tipo de tecnologia, a empresa precisa estar preparada.

Um dos principais requisitos é contar com pessoal habilitado a usar algoritmos de coleta e interpretação de dados, executar as tarefas corretas para cada situação e definir todas as regras para tal.

 

Como funciona

Uma das principais exigências para quem quer ser um especialista em Machine Learning é construir um banco de dados que reúna informações suficientemente ricas para alimentar a máquina.

Esse banco de dados é a base para o desenvolvimento de um modelo matemático, que, por sua vez, faz conexões ou predições de padrões. Em outras palavras, a máquina é um sistema que utiliza dados e definições de regras para poder agir.

Por se tratar de uma rede complexa, exige amplo domínio dos fundamentos de programação (dentro da ciência da computação).

Para que o software funcione de maneira correta e integrada à empresa, é preciso também já ter certa experiência em design de sistemas e engenharia de softwares.

Também, é preciso ter conhecimentos de estatística e probabilidade para viabilizar os modelos, permitindo, assim, uma tomada de decisões cada vez mais assertiva.

A integração do processo de tomada de decisão com o uso da ferramenta torna fundamental que, mais do que a habilidade técnica, os profissionais envolvidos possuam conhecimento estratégico para usar a Machine Learning de maneira alinhada ao mercado e aos intuitos da empresa.

Tais exigências comprovam que, além de possuir a tecnologia necessária, as empresas ainda devem prover alterações internas, contando com as pessoas corretas como aliadas dessa transformação digital.

 

Exemplos de Machine Learning:

Alguns exemplos bem conhecidos do uso de Machine Learning e que podem ser facilmente vistos por aí são:

  • Aplicações do método para o dia a dia com ofertas recomendadas, como da Netflix e da Amazon;
  • Os carros autônomos do Google são parte da essência do Machine Learning;
  • O empresário acompanhar o que os clientes estão falando da marca pelo Twitter também é Machine Learning em conjunto com criação de regras linguísticas;
  • Um dos usos mais comuns de Machine Learning no mundo de hoje está na detecção de fraudes.

 

Publique no Diário Oficial da União por meio de Machine Learning

Agências, órgãos governamentais, assim como empresas têm uma necessidade particular para Machine Learning já que, através dessa ferramenta, é possível ter acesso a múltiplas fontes de dados e informações que podem ser usadas e publicadas na forma de matérias no Diário Oficial da União.

Além disso, com ajuda do Diário Oficial–e, empresa especializada, é possível publicar esses materiais de forma prática no Diário Oficial da União, dos Estados e dos Municípios.

Navegue pelo site para saber mais sobre publicações no Diário Oficial da União.

Veja mais: Contencioso trabalhista | Publicação de balanço patrimonial | Publicação Licença ambiental

Leia Também

Deixe seu comentário