Powered by Rock Convert

O exame da Ordem dos Advogados do Brasil tem por objetivo testar os conhecimentos que o bacharel em Direito acumulou ao longo dos anos da graduação. Apesar de existir em nosso país há muitos anos, esse teste ainda gera uma série de dúvidas nas pessoas.

Pensando nisso e na importância que a prova da OAB tem para os que pretendem iniciar na área da advocacia e outras ramificações do Direito, nós resolvemos escrever este artigo. Nele, mostraremos por que você deveria começar a se preocupar com isso, bem como responder aos principais questionamentos que são feitos a respeito da prova. Acompanhe-nos nessa leitura.

O exame da Ordem dos Advogados do Brasil e sua dinâmica

A prova da OAB é um exame obrigatório para que um bacharel em Direito possa exercer a carreira de advogado e, até mesmo, para ingressar em alguns cargos públicos. Ela é um desafio muito presente na mente da maioria dos estudantes de Direito e, frequentemente, é tida como algo complexo e que demanda muito conhecimento.

De fato, para ser aprovado no exame, é necessário muito estudo e dedicação. Entretanto, a dinâmica da prova é muito simples de ser entendida. Ela sempre terá 80 questões e, para que o aluno seja aprovado e passe para a próxima fase, ele deve acertar no mínimo 40.

A próxima etapa, após a aprovação nessa primeira fase, é uma prova discursiva em que o candidato, basicamente, deve escolher a disciplina que melhor domina e elaborar uma peça, respondendo a 4 questões. Esse segundo teste tem um valor de 10 pontos, sendo distribuídos da seguinte forma:

  • 5 pontos para a peça;
  • 1,25 para cada questão.

Sendo assim, o aluno deve ter no mínimo 6 pontos, somando os que foram acumulados em cada uma das divisões. Ou seja, é impossível que o candidato seja aprovado zerando a peça e acertando todas as questões, da mesma forma que o oposto se aplica.

As principais dúvidas sobre o exame da OAB

Agora que você entendeu a dinâmica do exame da Ordem, vamos mostrar quais são as dúvidas mais frequentes entre os candidatos e suas respectivas respostas. Confira!

Quando prestar o exame?

A prova da Ordem ocorrerá sempre em duas vezes durante o ano. Você pode realizar o exame a partir do 9° período da graduação em Direito. Isso porque a legislação que regulamenta o exame afirma que será permitida a inscrição de candidatos que estejam cursando os últimos dois períodos da faculdade.  

Quais são os benefícios?

Além de poder atuar como advogado e assumir determinados cargos em órgãos públicos ou jurídicos, uma pessoa inscrita na Ordem dos Advogados do Brasil poderá obter alguns benefícios, como descontos em clubes, planos de saúde e odontológicos, entre outros.

Obviamente, cada estado brasileiro ou, até mesmo, sua cidade, poderá definir algumas vantagens para quem é regularmente inscrito na OAB.

Como funciona a OAB para estagiários?

A partir do 7º período, o estudante de Direito pode retirar a sua carteirinha da OAB para atuar como um estagiário. Com ela, é possível praticar certos atos de baixa complexidade ou cumprir diligências cartorárias.

Não é necessário realizar uma prova para emitir a sua carteirinha da OAB como estagiário. Ela, geralmente, pode ser renovada a cada dois anos, caso seja necessário.

O que fazer depois da aprovação na prova?

Após passar pelas duas fases, você deve conferir se o seu nome consta na lista de aprovados. Em seguida, você deverá solicitar a sua inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil. Geralmente, as instruções para realizar esse ato estão descritas no próprio edital de abertura das inscrições.

Quais são as matérias cobradas?

As disciplinas que caem na prova da OAB são todas aquelas que foram estudadas ao longo do curso. Em se tratando da segunda etapa, o candidato poderá selecionar a área do Direito com a qual tem maior afinidade.

Por exemplo, ele pode selecionar a área trabalhista, constitucional, penal, entre outras. O importante é que você escolha aquela que, além de ser melhor assimilada, também proporcione uma fácil identificação das normas no código.

Como se preparar para o exame?

A preparação para uma prova como a da OAB não é algo fácil, mas existem algumas dicas que você pode seguir para tornar esse período mais tranquilo e, principalmente, maximizar o aprendizado nos seus estudos.

Primeiro, crie uma rotina! Nada de ficar estudando a qualquer horário ou em todo lugar. É necessário que você tenha uma hora definida para estudar e um cantinho específico para isso. Durante esse tempo, compartilhe com sua família, namorado(a) e amigos que precisará ficar sozinho, sem interrupções.

Durante essas horas, você deve ficar 100% focado nos estudos e deve parar apenas para tomar água, se alimentar ou ir ao banheiro. O ideal é que você também faça uma pausa de 5 minutos a cada 1 hora para levantar um pouco, fazer um alongamento e, logo em seguida, voltar aos estudos.

Também é importante reservar um tempo para cuidar da saúde, como, frequentar uma academia, correr ao ar livre e, principalmente, fazer alguma atividade de lazer com os amigos e a família.

O que fazer quando não for aprovado?

Antes de qualquer coisa, você precisa se acalmar e ter a consciência que a não aprovação no exame é algo normal e que acontece com a maioria dos candidatos. Nesse sentido, o que deve ser feito é retornar às rotinas de estudos e verificar os pontos que precisam ser melhorados para a próxima tentativa. Feito isso, basta continuar estudando e se inscrever no próximo certame, que ocorrerá em poucos meses.

Agora que você já tem as respostas para as principais dúvidas envolvendo o exame da Ordem dos Advogados do Brasil, não perca tempo e comece ou mantenha a sua preparação. O resultado, ou seja, a aprovação, virá assim que você dominar os principais conteúdos exigidos na prova.

Gostou deste artigo? Que tal ficar um pouco mais por aqui e conferir outro conteúdo valiosíssimo para o seu crescimento profissional? Leia nosso post sobre as principais vantagens e desvantagens da carteirinha da OAB para estagiários

Leia Também

Deixe seu comentário