B2B em escritório de advocacia: quais são as vantagens?

B2B em Escritório de Advocacia
4 minutos para ler

A cada dia, mais escritórios de advocacia percebem as vantagens de trabalhar com B2B, sendo essa modalidade de negócio uma das grandes apostas do mercado.

Trata-se de um tipo de negócio que requer muita dedicação e investimentos, mas certamente os retornos são bem maiores que os de um escritório que trabalha apenas com B2C.

Conheça o modelo B2B, suas vantagens para escritórios de advocacia, como realizar publicação no Diário Oficial para esse público e o que é preciso para trabalhar com B2B.

Saiba o que é o modelo de negócio B2B

O modelo de negócio B2B significa que a negociação é feita business to business, ou seja, um escritório de advocacia (pessoa jurídica) vende serviços para outra empresa.

Trata-se de uma modalidade de negócio considerada muito lucrativa, principalmente para escritórios de advocacia que visam oferecer apoio jurídico a corporações.

Como aplicar o modelo B2B no escritório de advocacia

Para aplicar o modelo de negócio B2B em um escritório de advocacia, é preciso adotar algumas práticas:

  • Estudar e entender bem o negócio com o qual vai trabalhar;
  • Conversar com toda a área técnica e com o departamento comercial para elaborar uma minuta correta com detalhes do produto ou serviço oferecido;
  • Elaborar a minuta com objetividade, visando facilitar a compreensão dos novos clientes;
  • Utilizar linguagem compreensível pelo cliente;
  • Discutir as ideias presentes na minuta com os principais administradores da empresa, expondo de forma detalhada todas as questões estratégicas e os riscos envolvidos;
  • Fornecer treinamento à equipe comercial para que ela possa trabalhar como parceira nos procedimentos, visando diminuir gargalos e conseguir firmar novos negócios;
  • Criar procedimentos de preparação e revisão de minutas;
  • Criar uma política específica para cláusulas não negociáveis, assim como destacar quais são as cláusulas flexíveis;
  • Elaborar KPIs (indicadores) para mensurar a qualidade do trabalho que tem sido feito.

Utilização de tecnologia

Além disso, é importante investir em softwares para a gestão de um negócio B2B. O Big Data, por exemplo, é uma solução bastante interessante para quem busca clientes em potencial. Por meio de um banco de dados minucioso, é possível ser mais assertivo e ter ótimas chances de fechar a parceria.

Principais vantagens

Entre as principais vantagens do modelo de negócio B2B para escritórios de advocacia, podemos citar:

Contratos duradouros

Os contratos B2B tendem a ser mais duradouros, o que pode ser muito interessante para um escritório de advocacia que almeja uma renda mais fixa, sem sentir a necessidade de buscar por novos negócios.

Mais lucro

Além de contratos mais longos, os negócios B2B também representam uma lucratividade maior (em comparação ao atendimento a pessoas físicas). Além disso, é possível vender para empresas uma cartela de serviços, já que elas tendem a ter demandas similares.

Possibilidade de negociação

Ao trabalhar com empresas, há sempre a possibilidade de negociar novos serviços. O processo de convencimento pode ser árduo, porém, bastante recompensador para escritórios de advocacia.

Publicação no Diário Oficial: veja o que muda para empresas B2B

A realização de uma publicação no Diário Oficial pode ser feita por pessoas físicas ou jurídicas, mas com algumas diferenças. Assim, é recomendável contar com o trabalho de especialistas no assunto, como é o caso do Diário Oficial-e.

O Diário Oficial-e é um site especializado em publicação no Diário Oficial e realiza a intermediação de publicações no Diário Oficial da União, dos Estados e dos Municípios para escritórios de advocacia que trabalham no modelo B2B.

Navegue pelo site e preencha o formulário para receber todas as informações sobre os serviços do Diário Oficial-e.

Você também pode gostar

Deixe um comentário