Diário Oficial da União

Saiba quais as principais diferenças entre ativo e passivo na contabilidade, e veja também como publicar no Diário Oficial da União de maneira correta.

Qualquer movimentação ou transação financeira impacta diretamente na contabilidade de um empreendimento. Manter a contabilidade organizada, é importante para garantir o bom funcionamento da empresa.

Leia mais: Saiba o que é contabilidade gerencial

Esse processo de organização da contabilidade começa com a classificação de operações contábeis. São elas: ativo e passivo

A contabilidade considera aspectos financeiros. A renda de uma empresa consiste no total de todas as fontes de capital que o negócio possui, o que determina a quantidade de dinheiro que ele tem disponível (no caso de uma pessoa física, seria o salário, por exemplo).

As despesas do empreendimento, por outro lado, são as contas e faturas a quitar, custos que precisam ser assumidos para o funcionamento da empresa.

Além dessas definições importantes, é preciso também compreender o que são os ativos e passivos, e qual o papel deles na contabilidade.

Saiba mais: Contabilidade gerencial e sua importância para a gestão da empresa

 

O que é ativo

Definição: Pode ser considerado ativo aquilo que é adquirido ou criado para render ganhos. Nesse quesito, pode ser transformado em uma fonte de rendas.

Um ativo pode contribuir diretamente no poder aquisitivo da empresa e também aumentar sua independência financeira.

Ativos realmente bons são aqueles que rendem dinheiro com o mínimo de esforço possível. Existem alguns que geram ganhos apenas uma vez (geralmente no ato da venda), e outros que geram lucros periodicamente (fluxo de caixa).

É possível citar exemplos de ativos:

  • Um estabelecimento, casa ou até mesmo apartamento, quando adquirido visando à locação ou venda, é um ativo. É preciso estar atento ao fato de que um apartamento que é visado para moradia própria não é um ativo, e sim um passivo;
  • Investimentos bancários;
  • Empreendimentos, empresas e outros tipos de negócios;
  • Venda de licença sobre uso de propriedade intelectual, como música, livro etc.

 

O que é passivo

Definição: Um passivo pode ser considerado como sendo o oposto de um ativo, isto é, tudo aquilo adquirido que gerará despesas de tempos em tempos.

Dessa forma, enquanto um ativo possibilita ganho de poder aquisitivo, um passivo reduz o poder aquisitivo, já que interfere na renda através de gastos.

É possível citar exemplos de passivos:

  • Uma casa própria para morar, já que há despesas com contas fixas e também com impostos (como IPTU);
  • Um carro próprio, pois também conta com despesas (como gasolina), manutenção e impostos (como o IPVA);
  • Uma dívida feita a partir da aquisição de algo caro, como a compra de um televisor, computador ou notebook.

Tudo o que possibilita a criação de mais despesas (sem que haja possibilidade de tirar lucro) é um passivo, sendo que, para manter a contabilidade em dia, é preciso sempre focar em reduzir a quantidade de passivos.

Leia aqui: Entenda a contabilidade como uma importante ferramenta para a gestão empresarial

 

Realize publicações do Diário Oficial da União

Para obter acesso às publicações do Diário Oficial da União e, também, para publicar documentos e informativos nesse veículo de comunicação, entre em contato com o Diário Oficial-e, agência de publicidade legal.

Navegue pelo site para saber como publicar no Diário Oficial da União.

Leia Também

Deixe seu comentário