DOU

Saiba quanto da renda mensal é o ideal para guardar ou investir. Veja também como publicar no DOU (Diário Oficial da União).

Como parte da administração financeira, e para garantir a segurança de realizar todos os projetos futuros, é fundamental poupar uma porcentagem do salário todos os meses.

Uma das principais dúvidas em relação a isso é sobre o valor que deve ser poupado. Fique atento a todas as informações:

 

A importância de economizar parte do salário

·         Por que economizar parte do seu salário

Ter controle das finanças, seja através de planilhas ou de um gerenciador financeiro, é um hábito extremamente benéfico para todos que possuem algum projeto ou objetivo a ser alcançado (ainda que tal meta seja apenas aumentar as economias).

Ainda que não seja inerente à nossa cultura, é possível aprender e adotar a prática da economia mensal.

Ao se traçar um propósito, muitas vezes o trabalhador se vê diante de seu maior empecilho: a ausência de capital necessário para transformar o sonho em realidade. Pelo receio de pedir um empréstimo, boa parte desses sonhos são deixados de lado.

Leia mais: Como criar um controle financeiro pessoal

 

·         Economias x Empréstimo

Quem cogita pedir um empréstimo sabe que será necessário ter muita cautela, já que essa transação pode se transformar em um problema orçamentário de grandes proporções com o passar do tempo.

Nesse quesito, essa opção não é a mais aconselhável, ainda mais sabendo que existe uma alternativa bem mais prudente e simples: economizar todos os meses uma parcela do salário e, assim, conseguir a quantia necessária para colocar o projeto em prática.

 

·         Vantagens da poupança

É importante salientar que mesmo aqueles que ainda não possuem uma meta específica podem tirar proveito do hábito de poupar dinheiro. Futuramente, com o valor que foi economizado todos os meses, será possível partir para outras opções, como os investimentos, por exemplo.

De acordo com o perfil do investidor, também é possível optar por aplicações que representem um risco menor, ou que trazem maior rentabilidade.

Com isso, quem economizou anteriormente pode ter um rendimento extra para o seu salário e, aos poucos, aumentar consideravelmente o seu patrimônio.

Leia mais: Quais são as vantagens de investir em um gerenciador financeiro

 

Mas afinal, quanto se deve poupar por mês?

Não existe uma cartilha ou fórmula com relação à quantia que deve ser poupada todo mês. O mais recomendado, no entanto, é que as pessoas sigam a regra dos 10%, isto é, 10% do salário pode ser mensalmente guardado (de preferência no começo do mês, para que o trabalhador não caia na tentação de gastar essa parcela do dinheiro).

De toda forma, é muito válido fazer uma avaliação de cada caso, considerando os hábitos pessoais, e assim traçar a porcentagem mais condizente com o padrão de vida sustentado. Afinal de contas, de nada adianta preservar 10% da renda se, por conta disso, for preciso diminuir a qualidade de vida de forma muito rígida.

Para saber quanto guardar, o mais importante é estipular quais são as despesas passíveis de cortes ou reduções. Para tal, é conveniente adquirir uma nova postura financeira.

Uma dica valiosa para quem não está preparado para guardar 10% da renda total todos os meses é aplicar essa regra paulatinamente. Aqui a ideia é começar poupando 1% do salário e subir essa porcentagem todos os meses, até chegar aos 10%.

 

Publique no DOU com auxílio da equipe do Diário Oficial-e

O Diário Oficial-e é uma agência de publicidade legal que se responsabiliza por publicações nos veículos de comunicação oficiais do governo, o DOU, o DOE (Diário Oficial dos Estados) e o Diário Oficial dos Municípios.

Navegue pelo site do Diário Oficial-e para obter maiores informações.

Saiba como Publicar no Diário Oficial.

Leia Também

Deixe seu comentário