Conheça 5 tipos de auditoria que sua empresa pode passar

6 minutos para ler

A gestão empresarial exerce um papel fundamental para o cumprimento das diversas obrigações envolvidas no negócio. A empresa precisa buscar soluções para minimizar os riscos e evitar problemas e multas. Para isso, é importante contar com alguns tipos de auditoria para trazer mais segurança jurídica para a organização.

A fim de estar em dia com as normas e regulamentos relacionados ao funcionamento do seu estabelecimento, o empresário deve buscar serviços especializados que auxiliem na identificação dos erros e na eliminação das ameaças.

Para saber mais sobre esse assunto e conhecer alguns tipos de auditoria disponíveis para o seu negócio, confira a leitura do post!

O que são auditorias?

Auditorias são ações pelas quais são verificadas e conferidas informações da empresa com o objetivo de identificar se os procedimentos utilizados seguem a legislação. Elas podem ser realizadas em diferentes setores e por diversos profissionais, de acordo com a área auditada. Por meio de uma avaliação sistemática e analítica, os auditores atestam a veracidade e a legalidade dos registros a fim de assegurar a credibilidade da organização.

Qual é sua finalidade?

Essa atividade tem por objetivo identificar problemas financeiros, fraudes ou erros operacionais nas empresas. O processo de auditoria examina os controles internos da instituição em busca de incoerências e, após a elaboração de relatórios que apresentem os problemas encontrados, recomenda soluções para cada situação. Dessa forma, a finalidade desse procedimento é examinar as transações e processos que possam afetar o patrimônio da organização.

Qual é sua importância para as empresas?

Os programas de auditoria funcionam como ferramentas de gestão e controle dos processos envolvidos no dia a dia empresarial. Sua aplicação permite a identificação dos riscos do negócio, auxiliando na eliminação deles e na busca pela qualidade dos serviços e produtos oferecidos.

Tem importância estratégica no combate a fraudes, o que contribui para aumentar a segurança jurídica e operacional da organização. Com isso, há aumento de confiança de todos os envolvidos no negócio, como colaboradores, investidores, parceiros, fornecedores e clientes.

Dessa forma, esse procedimento auxilia no crescimento da instituição, pois otimiza a administração dos recursos disponíveis e ajuda a desenvolver técnicas de planejamento que oferecem mais transparência aos envolvidos.

Qual é a diferença entre auditoria interna e externa?

É importante deixar claro que as auditorias são divididas entre internas e externas, e alguns tipos podem ser realizados tanto por auditores internos quanto externos, a depender do objetivo da avaliação.

A auditoria interna analisa os processos de controle interno para verificar se as políticas empresariais e os procedimentos estão sendo seguidos pelos colaboradores. Usualmente é realizada por um profissional da própria empresa ou por quem atue diretamente com a direção.

A auditoria externa também avalia os processos internos da companhia. Contudo, diferentemente da interna, a externa utiliza profissionais que não tenham vínculo empregatício com a instituição que será auditada. Apesar de trabalhar em parceria com o auditor interno, o foco é outro, pois funciona como uma consultoria.

Quais são os principais tipos de auditorias?

Cada avaliação exerce um papel importante para a saúde empresarial. Existem algumas vantagens em contar com esse serviço com o intuito de alcançar a prosperidade no negócio. Veja, a seguir, 5 tipos de auditorias que vão contribuir para o crescimento da sua empresa!

1. Contábil

Esse modelo investiga os documentos do setor financeiro da companhia. Seu objetivo é analisar todos os registros e dados informados pelo setor contábil. Esse tipo cabe em empresas de qualquer porte e pode ser realizado tanto por um auditor interno quanto externo.

2. Operacional

A auditoria operacional visa a análise, a avaliação e a revisão dos procedimentos e métodos utilizados em um negócio, sob o ponto de vista administrativo. Esse método verifica se as metas — gerais ou de apenas uma área, ou departamento — estão sendo cumpridas. Apesar de poder ser desenvolvida tanto por auditor interno quanto externo, é mais usual que seja realizada por um colaborador da empresa.

3. Qualidade

Na modalidade qualidade é avaliado se os serviços prestados estão em consonância com as condutas estabelecidas pela empresa. Verifica-se também a conformidade da organização com as regras externas publicadas pelos órgãos fiscalizadores, como o conjunto de normas técnicas ISO 9.000.

4. Ambiental

Devido ao rigor da legislação ambiental brasileira, é fundamental que as práticas da empresa estejam de acordo com os dispositivos legais. Daí a importância de realizar a auditoria ambiental. Ela tem como objetivo avaliar itens como a conformidade legal, a avaliação de desempenho, os sistemas de gestão utilizados pela companhia, a cadeia produtiva e a responsabilização após acidentes.

5. Sistemas

Atualmente, vemos aumentar o uso de softwares de gestão nas instituições com o objetivo de otimizar o trabalho e se adaptar ao momento das grandes inovações tecnológicas. Por isso, o setor de auditoria precisa estar atento a essa nova realidade e deve avaliar a eficiência e o desempenho desses sistemas, que foram adotados pela organização, em busca de inconsistências, como as que ocorrem com frequência na área fiscal.

Como se preparar para esse processo?

Para as empresas que desejam iniciar uma auditoria, é fundamental se prepararem corretamente. O planejamento adequado pode fazer diferença para alcançar bons resultados e mantê-los. Veja, a seguir, como se preparar para esse processo:

  • estruture um plano de ações que ordene o dia a dia empresarial com as atividades dos auditores;
  • mantenha os colaboradores informados sobre os procedimentos que serão realizados;
  • identifique os setores que serão auditados e planeje a rotina de acordo com o processo;
  • faça um mapeamento dos procedimentos internos e padronize-os;
  • monte um cronograma de ação, com uma lista informativa das atividades que devem estar organizadas.

Um programa de auditoria traz inúmeros benefícios para as instituições. Além disso, os diferentes tipos de auditoria contribuem para otimizar as práticas dentro da empresa, tornando os sistemas de controle mais eficientes e implementando boas condutas que levam ao sucesso do negócio. Isso permite que as mudanças causadas pelo processo sejam permanentes e continuem colaborando para as melhorias internas da companhia.

Gostou das dicas? Já sabe como os diferentes tipos de auditoria podem ser aplicados na sua empresa? Siga nossa página no Facebook e fique por dentro das novidades!

Veja mais: OficioImprensa Oficial RJNome Fantasia

Você também pode gostar

Deixe um comentário