Você sabe qual é a importância de ser um correspondente jurídico?

6 minutos para ler
Powered by Rock Convert

Devido à amplitude de área de atuação no ramo do Direito, ser um correspondente jurídico é uma ótima opção para os estudantes, profissionais recém-formados ou até mesmo os mais experientes que buscam por uma oportunidade no mercado.

A correspondência jurídica trata-se da realização de serviços para outros advogados ou escritórios de advocacia. Muito utilizada hoje, tendo em vista que é cada vez maior o número de profissionais que precisam fazer diligências em comarcas diferentes e distantes das suas.

É uma alternativa vantajosa, já que o profissional pode executar tanto tarefas mais simples quanto as mais complexas, desde que autorizadas por lei, por meio do recebimento de honorários previamente acordados com o solicitante.

Quer entender a importância do correspondente jurídico e quais as vantagens de se tornar um? Então, continue sua leitura!

Como o corresponde jurídico atua?

Geralmente, quando um advogado ou escritório de advocacia necessita prestar diligências fora da sua comarca de atuação, eles contratam o correspondente jurídico.

A função desse profissional tem se tornado cada vez mais reconhecida dentro do mercado jurídico, já que alguns tipos de serviços podem ser realizados por estudantes e bacharéis de Direito. Por exemplo, protocolar petições, serviços de cartório, fazer cópias de processos, ser preposto em audiências e entregar documentos, entre outros.

Quando o corresponde tem a carteira da OAB, seu leque de funções aumenta, já que algumas atividades só podem ser realizadas por quem já foi aprovado pela Ordem, como fazer audiências, despachar com o juiz, levantar alvará etc.

Qual é a importância de ser um correspondente jurídico?

O correspondente jurídico é um profissional fundamental no Direito, pois ele auxilia nas demandas de seu contratante, em diversas comarcas, agilizando o andamento processual e propiciando uma economia relevante de tempo e dinheiro.

Além disso, ele pode fazer toda a diferença na prestação de serviço das equipes de advogados ou autônomos e, dessa forma, contribuir para a expansão desses profissionais dentro do seu ramo de atuação.

Para expandir seu negócio e desenvolver um serviço eficiente e de qualidade, o advogado precisa conhecer a importância do correspondente e como esse trabalho pode colaborar para o crescimento e sucesso do escritório, o transformando numa referência no ambiente jurídico.

Quais são as vantagens para quem atua como correspondente jurídico?

Poucas pessoas conhecem os benefícios em atuar com correspondência jurídica. Saiba que as vantagens são muitas, pois é uma área ampla e os serviços podem variar bastante. Veja a seguir os principais motivos para pensar nessa possibilidade.

Qualificação em várias áreas do Direito

Um correspondente jurídico tem a chance de trabalhar para profissionais de todo o país. Isso possibilita a atuação em diversos ramos, além de gerar qualificação. Esse conhecimento prático obtido é primordial para a carreira e trajetória profissional.

Ampliação do networking

Fazer contatos é muito importante para quem deseja trabalhar efetivamente no Direito. Um networking eficaz abre portas e assegura bons trabalhos, e essa vantagem pode ser usufruída pelo correspondente jurídico. Sendo contratado por vários escritórios de advocacia, os profissionais criam uma agente cheia de referências.

Saber realizar networking é interessante não somente para conseguir bons trabalhos, mas também para a troca de experiências que possibilitam uma visão mais ampla e complexa do mercado de trabalho.

Reconhecer as principais exigências é necessário para quem pretende estar atualizado, qualificado e se destacar entre os concorrentes.

Dinamismo de trabalho

Devido à amplitude da área, o trabalho oferece um dinamismo, pois é preciso apenas dar a resposta ao solicitante e fazer a tarefa dentro do prazo. Além disso, a atividade de um correspondente jurídico atrai bons parceiros, podendo inclusive ser tratado como um negócio exclusivo.

Aumento da renda

Existe a possibilidade de fazer boas parcerias com diversos escritórios e, dessa forma, adquirir uma renda a mais no final do mês. Além disso, caso já tenha seus próprios clientes, trabalhar de maneira esporádica como correspondente jurídico fará com que você consiga juntar uma grana extra com os honorários mensais.

Além disso, para os jovens advogados que estão na procura dos primeiros honorários, a correspondência jurídica pode ser vista como uma chance de iniciar a carreira e buscar por renumeração e reconhecimento.

Flexibilidade no horário de trabalho

No trabalho como correspondente não existe a necessidade de cumprir um horário fixo todos os dias. Atuar assim é interessante, pois as contratações ganham em agilidade e eficiência, porque o serviço pode ser feito de forma mais rápida e dinâmica.

Também existe uma economia de gastos, tendo em vista que não há despesas com locomoção até a comarca onde o processo está em tramitação (que em muitos casos é distante) e nem com a manutenção de um local exclusivo para o profissional contratado.

Ou seja, essa é a melhor alternativa para quem não pretende ficar preso a um escritório ou à rotina de serviços que envolvem o profissional do Direito.

Reconhecimento profissional

Como já foi dito, quando a pessoa começa a trabalhar na correspondência jurídica, ela acaba prestando serviços para muitos advogados e escritórios. Quando quem contratou fica satisfeito com o trabalho realizado, ele sempre vai entrar em contato quando precisar e, assim, vai continuar diligenciando em favor dele. Isso ocorre na maioria das vezes!

Dessa forma, além de expandir sua atuação e prestar mais serviços, é possível promover o próprio nome em vários locais. Representar um escritório é uma excelente forma de alcançar o público em potencial, conquistar cliente e aumentar o número de contatos profissionais.

Para o estudante de Direito que deseja seguir na carreira, para o bacharel que ainda não conseguiu a aprovação no exame da OAB e para o advogado recém-formado, a atividade de correspondente jurídico pode ser vista como algo muito promissor.

Agora você entende a importância de ser um correspondente jurídico! É uma forma de atuação moderna e cada vez mais exigida no mercado de trabalho por apresentar soluções rápidas. Além disso, os correspondentes adquirem prática no mercado e podem usufruir de diversas vantagens que serão essenciais para conquistar as melhores oportunidades do ramo.

Este conteúdo foi útil e esclarecedor para você? Então, aprofunde o seu conhecimento e entenda as demandas dos correspondentes jurídicos!

Você também pode gostar

Deixe um comentário